Abag lança livro resgatando 30 anos da entidade

A Associação Brasileira do Agronegócio (ABAG) lançou nesta última quinta-feira, dia 30, na capital paulista, o livro ‘Abag 30 anos: três décadas pelo desenvolvimento do agronegócio brasileiro’. Em 7 capítulos, o livro conta história da relação da entidade com o setor. Neste ano, a entidade comemorou 30 anos de contribuição para o desenvolvimento sustentável do agro nacional, valorizando suas cadeias produtivas e disseminando a importância do setor para o crescimento socioeconômico do país e para a preservação do meio ambiente. Presente em todas as iniciativas e nos marcos históricos do agro brasileiro nesta três décadas, a Abag foi apresentada oficialmente no dia 10 de março de 1993, no auditório Nereu Ramos do Congresso Nacional, em Brasília, por seu presidente-fundador, Ney Bittencourt de Araújo.

Nesses 30 anos, a Abag atravessou contextos econômicos, políticos e sociais distintos, que influenciaram o ambiente do agronegócio no país. Mesmo em anos difíceis, como o processo dramático de descapitalização nas cadeias produtivas nos primeiros anos da entidade, o agro brasileiro e a Abag ganharam espaço e representatividade no contexto nacional e internacional. “Para os próximos trinta anos, a Abag continuará em sua missão de defender as demandas do agronegócio, auxiliando em seu desenvolvimento sustentável, estimulando a criação de novas tecnologias, fomentando novas parcerias, sendo o interlocutor entre os diversos stakeholders, elaborando propostas e projetos para que o agro se mantenha competitivo e sustentável”, enfatizou Luiz Carlos Corrêa, presidente da Abag (FOTO INTERNA).