ABS apresenta TransitionRight

ABS Global analisa mais de 22 milhões dados, mostra resultados e apresenta índice revolucionário para seleção de touros que minimizam problemas de saúde como metrite

por Faeza Rezende, Assessora de Imprensa da ABS Pecplan
A ABS Global lança este mês o TransitionRight, uma tecnologia de seleção genética que poderá ser utilizada por produtores de leite do mundo todo para minimizar prejuízos, durante o período de transição da vaca. A ferramenta inédita no mercado mundial, patenteada pela empresa, vai ajudar a resolver os problemas de saúde que surgem depois do parto, quando a saúde do animal é impactada por um balanço energético negativo e supressão do sistema imunológico.

Raul Andrade, gerente do Departamento Técnico Leite da ABS Pecplan, explica que uma em cada três vacas apresentam enfermidades durante o período de transição, sendo que a porcentagem é ainda maior em rebanhos de alta produção, afetando metade dos animais. “Eu não conheço nenhuma fazenda brasileira que não tenha enfrentado esses problemas. E, até então, nenhum estudo comprovava a influência genética na resistência das vacas a essas doenças”, explica, ressaltando que esses problemas sempre estiveram relacionados com manejos técnico, nutricional e sanitário.

A influência da genética foi comprovada com análise dos dados do banco genético da ABS Global (Real World Data) que começou a ser montado em 2008 pela equipe de cientistas e geneticistas da empresa.  Composto por mais de 20 milhões de registros de vaca de todo o mundo, os números já forneciam a base genética para outras ferramentas de seleção da empresa, incluindo ABS Bulls Fertility.

TransitionRight mede traços de saúde relacionados com período de transição da vaca e também as pontuações dos touros de acordo com um ranking econômico. Estamos equipando nossos clientes com uma ferramenta fácil de usar para escolher a genética que melhora a resistência do rebanho contra metrite, cetose, mastite e outras. A tecnologia vai evitar vários distúrbios metabólicos pós-parto que ocorrem durante esse período mais crucial da vida de uma vaca”, comenta Katie Olson, cientista que liderou a pesquisa.

As consequências dessas situações são tão sérias que podem levar a uma perda de até 10% da produção do rebanho nos primeiros dois meses após o parto. “Nossos clientes agora podem selecionar a genética certa para salvar esse ciclo, poupando tempo e economizando até US$100 a cada lactação”, estima Saskia Korink, ABS Global COO (Chief Operating Office).

Pela ferramenta, os reprodutores aparecem avaliados por estrelas (de 1 a 5). Quanto melhor o índice, maior resistência da genética a enfermidades. O rankingmostra a classificação, relacionando com a economia de custos com tratamentos.  “Sem dúvida, será um excelente auxilio para o produtor de leite economizar e, ao mesmo tempo, garantir o máximo de produção do seu rebanho”, comemora Nathalia Bortoletto, técnica do Departamento Leite da ABS Pecplan.

O índice está disponível para touros holandeses, provados e genômicos. Para saber mais sobre o TransitionRight, procure um técnico e um representante da ABS Pecplan.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com