‘Analistas’ Scot: como fica o cenário para a pecuária?

O ciclo pecuário vive um momento de alta no preço do boi gordo e grande valorização da carne brasileira. Mas, se por um lado as coisas vão muito bem, por outro a preocupação é constante. A alta dos insumos e a falta de boi magro para a reposição deixam incerto o cenário para os próximos anos e a pergunta que paira é: o produtor deve aumentar o investimento e apostar que os preços vão se sustentar ou o caminho é diminuir a oferta? Para responder a essa e a muitas outras dúvidas, a Scot Consultoria, reunirá, no próximo dia 27 de novembro em São Paulo, uma seleção de experientes analistas que debaterão sobre assuntos que envolvem política, economia e mercado, que interferem diariamente no negócio pecuário.

Segundo Marco Túlio Habib Silva, diretor de marketing da Scot Consultoria, o mercado nunca teve tantas possibilidades de cenários que podem mudar os drives drasticamente em um curto espaço de tempo como agora. Por exemplo: e se a China colocar o pé no freio como fez no ano passado e parar de comprar? Quando vamos sentir de fato a força do mercado interno? Como fica a falta de incentivo do governo para as famílias de baixa renda, e como isso impactará o consumo interno? Já chegamos no teto do preço do boi? E como está o ânimo do pecuarista? “Quem vê de fora acha que o produtor está nadando de braçada, mas, na prática não é bem assim, pois ele precisa repor o plantel, comprar insumos e recomeçar o ciclo. Por isso tudo está mais caro”, diz.

Outro impasse é em relação aos insumos, que além de mais valorizados estão escassos. Em muitas regiões produtores estão sendo obrigados a utilizarem dietas variadas na engorda dos animais. “Esta é uma situação que está acontecendo com frequência, e pode impactar no desempenho final dos animais no cocho. Além disso, o ânimo do pecuarista tem balançado muito em relação ao ágil entre o boi magro e boi gordo, o qual tem sido relativamente alto”, destaca Silva.

Mais debates
O encontro também contará com o painel “A economia em meio à pandemia”. Após uma breve introdução sobre o assunto, os analistas farão o debate. Nesse bloco participam: André Perfeito (Necton Corretora de Valores), Eduardo Sampaio Marques (MAPA), Marcos Jank (Insper), Pedro Parente (BRF), Sergio de Zen (Conab). Entre os assuntos, pode-se destacar a briga comercial entre os americanos e chineses e os reflexos nos mercados mundiais; a questão da demanda interna em meio à pandemia e o pós-eleição, tanto no Brasil quanto nos Estados Unidos.

Para mediar os debates a responsabilidade ficou a cargo de Alcides Torres, diretor-fundador da Scot Consultoria. “O objetivo do evento é desenhar o cenário econômico e o que deve acontecer em 2021 e 2022. Vamos também traçar as expectativas para o mercado pecuário, e debater o que acontecerá com as medidas de governo que incentivam ou não a produção”, diz o Scot.

Formato duplo
Seguindo todos os protocolos de segurança e saúde pública, mas sem deixar a informação de lado, este ano o Encontro de Analistas acontece em novo modelo, no formato “híbrido”, ou seja, os participantes terão a opção de participarem do evento presencial em São Paulo, ou de forma remota no evento digital. Para a realização e transmissão do evento, foi escolhido o Espaço Villa Bisutti, na Vila Olímpia na capital paulista, um local preparado para atender a todas as exigências e recomendações das autoridades de saúde.

No modelo digital, os inscritos poderão se relacionar com outros participantes e enviar perguntas para os analistas via plataforma de transmissão de forma simples e direta. Contudo, vale ressaltar que para o evento presencial as inscrições estão esgotadas, mas para o formato digital as inscrições ainda estão abertas.

O Encontro de Analistas tem patrocínio da Böehringer Ingelheim, Minerva Foods, Mosaic Fertilizantes, Nutron e UPL. Além disso, são parceiros do evento a Allflex e a Associação Brasileira de Angus (ABA). Mais informações no https://encontrodeanalistas.com.br.

Sobre – A Scot Consultoria é uma empresa dedicada à competitividade do agronegócio brasileiro. Foi criada com intuito de viabilizar a coleta, análise e divulgação de informações de mercado para o campo, onde geralmente há carência de informações verídicas e confiáveis. Formada por profissionais especializados em agropecuária, as informações claras permitem decisões precisas. A proposta da Scot Consultoria é contribuir para o crescimento e fortalecimento do agronegócio, levando informações atuais a todos aqueles ligados aos elos da cadeia produtiva.