ASBRAM debate ‘Brasil Produtivo e Sustentável’

O 13º Simpósio Nacional organizado pela Associação Brasileira das Indústrias de Suplementos Minerais (ASBRAM) começa nesta quinta-feira, em Campinas (SP), debatendo a carne saudável e que regenera o meio ambiente

 Um mergulho profundo para traçar o futuro da produção de carnes e leite no Brasil, avançar na conquista de mais mercados internacionais, investir em inovação e modelos regenerativos na fazenda e na indústria, e ratificar os benefícios da proteína animal para a saúde humana. Sãos os compromissos do 13º Simpósio Nacional da Indústria de Suplementos Minerais, que a Associação Brasileira das Indústrias de Suplementos Minerais (ASBRAM) promove nessa quinta-feira e sexta-feira, no Hotel Royal Palm Plaza, em Campinas (SP).

O encontro inicia com a Reunião Executiva dos Associados da entidade, quando o presidente Juliano Sabella Acedo vai prestar contas de sua gestão. O coordenador do Mestrado Profissional em Agronegócio do FGVAgro, Felippe Cauê Serigatti, ainda vai apresentar os dados do Painel Asbram de Estatísticas, que radiografa a comercialização de suplementos minerais no Brasil. E o professor da Escola de Agronomia da Universidade de São Paulo (ESALQ), Joaquim Bento de Souza Ferreira Filho, vai falar sobre seu trabalho feito para a Asbram, que comprovou os ganhos econômicos que seriam alcançados com a isenção dos impostos PIS x COFINS na venda de suplementos minerais para os rebanhos brasileiros, resultando no aumento da produção de proteína animal e alimentos mais baratos, beneficiando os consumidores brasileiros

O Simpósio deste ano evento destaca o tema ‘Brasil Sustentável e um Paraíso Restaurável’ em mais de dez palestras, e vai ser aberto no início da tarde do dia 23, com a palestra ‘Brasil, um paraíso restaurável’, apresentada pelo escritor Jorge Caldeira, integrante da Academia Brasileira de Letras e autor de livros de sucesso, como ‘Mauá, Empresário do Império’, ‘José Bonifácio de Andrada e Silva’, e o último lançamento, cujo título é o tema da palestra. “O ser humano precisa entender que pode, e deve, produzir, debatendo o futuro do alimento dentro de um meio ambiente tratado com muito carinho e informação”, convocou Elizabeth Chagas, vice-presidente executiva da Asbram.

O panorama da economia brasileira e mundial no futuro, além dos desafios da cadeia produtiva pecuária, têm lugar garantido nessa reflexão, com o economista José Roberto Mendonça de Barros e o engenheiro agrônomo Marcos Sawaya Jank. os países da Ásia. O momento mais tradicional do Simpósio vai marcar o fim das apresentações do primeiro dia de evento. A entrega do Prêmio Excelência Asbram, que neste ano homenageia o professor Antônio Ferriani Branco, zootecnista formado na Universidade Estadual Paulista (UNESP) de Jaboticabal (SP). O especialista é doutor pela faculdade e a Universidade de Kentucky (EUA, pós-doutor pela Universidade do Estado da Pennsylvania (EUA), e pesquisador do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) por duas décadas.

Outro destaque vai privilegiar a Carne como proteína fundamental para a nutrição de milhões de consumidores no Brasil e exterior, ferramenta indispensável para a garantia de saúde e segurança alimentar para o planeta inteiro. O médico Wilson Rondó, especializado em Nutrologia e Clínica Médica, vai ministrar a palestra ‘Sinal verde para a carne vermelha’. O triatleta Alessandro Medeiros, brasileiro radicado nos Estados Unidos, com participações no Mundial de Ultraman, é um dos principais embaixadores da ‘dieta carnívora’, e vai falar ao lado da sua nutricionista, Letícia Moreira, formada na Faculdade de Medicina de Itajubá (MG) e atuante em dietas Low Carb, Cetogênica e Carnívora para emagrecimento e esporte de Endurance.

E o ponto alto, com o painel ‘Pecuária Sustentável’, com mediação da zootecnista e pesquisadora da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Fabiana Villa Alves, que vai debater a redução de metano na nutrição bovina com craques como Marco Túlio Duarte Soares, diretor da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat) e Conselheiro do Instituto Mato-Grossense da Carne (IMAC); o produtor de leite Luís Fernando Laranja, fundador da primeira empresa certificada do Brasil, a Ouro Verde Amazônia, e Sérgio Raposo de Medeiros, pesquisador da Embrapa.

“O 13º Simpósio da Asbram dá continuidade no projeto da associação de promover o desenvolvimento sustentável do negócio, através de informações que contribuam para o desenvolvimento das indústrias do setor e do agronegócio brasileiro. Além de mostrarmos o trabalho que fizemos provando o impacto positivo para toda a cadeia com a isenção de PIS COFINS para os suplementos minerais para bovinos, já que continuar lutando pela desoneração da cadeia era uma das metas dessa gestão”, concluiu Juliano Sabella Acedo, Presidente da Asbram.