BeefExpo, Arnaldo Jardim ressalta sua importância

O secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Arnaldo Jardim, ressaltou que o consumidor paulista de carne tem se tornado mais exigente, não apenas em relação à quantidade de proteína consumida, como também está muito mais atento à qualidade do produto que chega à sua mesa. “Essa exigência impulsiona a necessidade de mudar a perspectiva da produção pecuária no Estado e de aproximar o consumidor e o produtor”, disse, durante o lançamento da BeefExpo 2016, realizado no dia 15 de fevereiro de 2016, em São Paulo. “A realização de eventos como este é necessária para que o consumidor tenha um percepção da sofisticada cadeia produtiva que garante a qualidade da carne, hoje sem igual, do ponto de vista internacional”.

O evento será realizado de 14 a 16 de junho de 2016 em São Paulo e abre a programação da Semana da Carne, organizada pela Sociedade Rural Brasileira (SRB), com o apoio da Secretaria. Durante a Semana, que será promovida entre os dias 13 e 19 do mesmo mês, estão previstas diversas atividades como palestras, workshops, feira de negócios, atrações culturais, leilão beneficente, promoções em restaurantes paulistanos e visitas a estabelecimentos comerciais para fomentar a cadeia produtiva .

Para Arnaldo Jardim, São Paulo deixou de ser o maior produtor de carne do País, mas continua sendo o centro de decisões da cadeia produtiva, no que diz respeito ao seu processamento. “O governador Geraldo Alckmin identificou essa oportunidade e nós temos apoiado todas as iniciativas que promovem o importante debate em torno da produção de proteína animal”, afirmou, reiterando total apoio da Pasta ao evento e colocando à disposição todos os departamentos para a viabilização das atividades.

De acordo com o titular da Pasta agrícola paulista, há um grande potencial do País de cumprir um papel ainda maior no setor pecuário mundial, o que passa por uma série de questões relacionadas à nutrição, características de conversão, genética e impacto ambiental da produção. “Esse processo vai desde o conceito de pecuária sustentável, que está cada vez mais incorporado e casa com princípios como o da integração lavoura-pecuária, até o processo que permite um diferencial no corte da carne e no abastecimento do mercado interno e de exportação”, analisou.

Com expectativa de reunir mais de cinco mil participantes, a BeefExpo2016 terá mais de 100 expositores, 1.500 pecuaristas e 65 palestrantes nacionais e internacionais de 46 países. Entre os cursos oferecidos, os participantes poderão conhecer o sistema Boi 7.7.7., que garante ganhos em produtividade, reduzindo o tempo de abate do animal de 38 para 24 meses, em palestra ministrada pelo pesquisador da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta), da Secretaria, Flávio Dutra de Resende.

O superintendente federal de Agricultura no Estado de São Paulo, do Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Francisco Sérgio Ferreira Jardim, que também participou do evento, destacou ainda que a discussão da eficiência e da sustentabilidade no atual cenário do setor pecuário engloba o Plano de Agricultura de Baixo Carbono (ABC), que vem ao encontro da proposta do evento.

A diretora de marketing e eventos da Safeway Agro, Flávia Roppa, organizadora da BeefExpo2016 afirmou que “o objetivo, ao trazer o evento de Foz do Iguaçu, onde foi realizada a primeira edição, para São Paulo, é unir todos os elos da cadeia produtiva, para que todos possam receber a mensagem de produzir uma carne de ainda melhor qualidade”.

O produtor nelorista e o proprietário da CV Mocho Nelore, Carlos Viacava, que participará da BeefExpo 2016, ressalta a crescente tendência de consumo de carne no País. “Por isso, é preciso produzir carne de forma cada vez mais eficiente, para torná-la acessível ao consumidor”, afirmou, ressaltando a importância da programação do evento.

Mais informações
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo
(11) 5067-0069

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com