Circuito Boi Verde de Nelore acontece no Pará

Com mais de 150 etapas realizadas e 99 mil animais avaliados, o Circuito Boi Verde de Julgamento de Carcaças está em seu 14º ano de atividades. Neste ano, as cidades de Colatina (ES) e Bataguassu (MS) já receberam o circuito, com 1.620 animais abatidos. A terceira etapa de 2015 aconteceu no frigorífico JBS, na cidade de Redenção, região sul do Pará, entre os dias 12 e 15 de agosto e somou 460 animais avaliados, de 7 pecuaristas do Pará e região. Neste ano, a Associação dos Criadores de Nelore do Brasil (ACNB), em parceria com os frigoríficos de todo o Brasil, espera superar os números de 2014 e mostrar que a raça Nelore tem sim potencial para produzir animais de qualidade. “O objetivo do circuito é passar por diversas regiões do Brasil e promover a integração e troca de informações entre os pecuaristas, técnicos e gerentes das fazendas participantes”, declarou Guilherme Alves, gerente de produto da ACNB.

No dia 12 de agosto teve início a 3ª etapa do Circuito Boi Verde, com a avaliação in vivo dos 9 lotes de machos da raça Nelore, que somaram 460 animais. Os técnicos da ACNB, junto com a equipe da compra de gado do frigorífico JBS de Redenção, avaliaram todos os animais nos currais do frigorífico, e contaram também com a presença de alguns pecuaristas, que acompanharam todo o trabalho. Dia 13 de agosto, quinta-feira, foi o dia do abate técnico, onde os animais foram classificados e avaliados de acordo com peso, acabamento de carcaça e idade. Segundo Alves “Esse é um jeito de mostrar o potencial do Nelore no Pará e sinalizar para os pecuaristas o que mercado está buscando, que tipo de boi que o mercado exige. A etapa de Redenção cresce a cada ano e nós da associação estamos muito felizes com a participação dos pecuaristas”. E completou “o futuro da pecuária de corte é abater animais pesados e bem acabados, estamos mostrando que o Nelore é rentável em confinamento e no pasto também”.
O circuito teve sete pecuaristas participantes, foram eles: Alcino Vilela de Rezende Filho, da Fazenda Estrela de Prata; Agropecuária Santa Barbara, com a Fazenda Espírito Santo de Xinguara; Cezar Augusto Bernieri, Fazenda Três Pinheiros; Floresteca Brasil com a Fazenda Arpa; Fazenda Santa Tereza; José Eduardo Cavalcanti de Mendonça da Fazenda Rochedo; e Lucélio Martins de Oliveira, Fazenda Lagoa da Serra;
Do total de animais participantes desta etapa (460 animais), 50% apresentaram acabamento de carcaça mediano, 88% dos animais pesaram entre 17 e 21@ e 73% dos animais tinham até 24 meses (novilhos precoces). O 1º lugar da etapa de Redenção ficou com a Agropecuária Santa Barbara Xinguara, com um lote de 108 machos, onde 85,2% apresentaram acabamento de carcaça mediano ou uniforme, 97,2% dos animais pesaram entre 17 e 21@ e 86% dos animais tinham até 24 meses (novilhos precoces). A Agropecuária Santa Barbara Xinguara também ficou com o prêmio de 2º lugar e recebeu, além dos troféus de 1º e 2º lugar, uma tonelada de produtos da DSM Tortuga e 50 doses de vacinas Bopriva, da Zoetis para castração. O 3º colocado foi Floresteca Brasil Ltda.
O Circuito Boi Verde já tem mais três etapas confirmadas para as cidades de Tangará da Serra (MT), dias 1 e 2 de setembro, Mineiros (GO) em 1 e 2 de outubro e Nova Andradina (MS) nos dias 20, 21 e 22 de outubro de 2015.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com