Coluna AgroNotícias, por Maurício Picazo Galhardo

ITAPETININGA

O município de Itapetininga passou a contar com um novo instrumento para assegurar a formulação de ações que promovam uma alimentação acessível e de qualidade à população, ao instituir, por meio da Lei nº 6235, a Política Municipal de Segurança Alimentar. O debate foi enriquecido com a presença de autoridades municipais, juristas, representantes da sociedade civil, produtores rurais, representantes de sindicatos, técnicos do setor agropecuário, membros do Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional de Itapetininga, representantes de secretarias municipais e de Estado e a diretoria técnica do Conselho Estadual.

CHUVA BEM-VINDA

Os mapas atualizados para as regiões produtoras no Brasil trazem a expansão de uma rodada de chuvas significantes e generalizadas nestes primeiros dias de outubro, aponta a Consultoria AgResource: “Apesar de alguns locais observando precipitações leves e passageiras nestes últimos dias de setembro, o padrão se resume de maneira bastante benéfica durante o mês de outubro”.

AUMENTO DA OFERTA

O movimento de alta dos preços do milho, observado em praticamente todo o mês de setembro, perdeu força no encerramento do período. Segundo pesquisadores do Cepea, esse cenário está atrelado à maior oferta do cereal na última semana de setembro, já que, com os preços em bons patamares durante o mês, vendedores estiveram mais interessados em negociar, elevando o volume disponível.

BAURU

A Assembleia Regional de eleição de membros representantes da sociedade civil e do poder público para a composição da Comissão Regional de Segurança Alimentar e Nutricional (CRSANS) de Bauru e dos representantes da sociedade civil para o Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável (Consea/SP) foi realizada no dia 29 de setembro, no Escritório de Desenvolvimento Rural (EDR) de Bauru.

MARÍLIA

Também em Marília, houve a eleição da Comissão Regional de Segurança Alimentar e Nutricional (CRSANS) no dia 28 de setembro, no Escritório de Desenvolvimento Rural (EDR). Os órgãos, ligados à Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, têm como objetivo orientar políticas públicas para garantir o direito ao alimento e à nutrição à população paulista, em âmbito estadual e regional. O esforço tem buscado empoderar o Consea/SP para que exerça papel de controle social.

BOA QUALIDADE

A demanda por maçãs pode estar se recuperando. Segundo maleicultores consultados pelo Hortifruti/Cepea, consumidores têm pago preços mais elevados pela fruta, devido à boa qualidade que as unidades recém-tiradas das câmaras vêm apresentando. No primeiro semestre deste ano, a maior disponibilidade de maçãs graúdas aproximou os valores dos calibres 110 e 165. Já no segundo semestre, a oferta da fruta graúda diminuiu, ampliando novamente a diferença entre as cotações.

FEIRAS E AGRICULTURA FAMILIAR

Incentivar a participação da agricultura familiar em feiras é uma das estratégias da Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead) para fomentar a comercialização da produção de estabelecimentos rurais brasileiros. Os eventos internacionais, como a Biofach, maior feira de orgânicos do mundo, por exemplo, abrem portas para que os agricultores negociem com compradores do mundo inteiro.

CALENDÁRIO AGRÍCOLA OUTUBRO SUDESTE – Plantio: Algodão, feijão, milho, cana-de-açúcar, café, mandioca, uva, cítricos e amendoim. Colheita: Uva. (Canal Rural).

(Fontes: Secretaria Agricultura S.Paulo, Agrolink, Cepea/Esalq, Secretaria de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário)