Compradores de todo Brasil disputam genética Nelore CEN

Na tarde de 22 de abril, o tradicional Leilão Nelore CEN alcançou a significativa marca de 26 compradores de 7 Estados do País: São Paulo, Paraná, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Minas Gerais, Goiás e Tocantins. Realizado na Fazenda Crioula, em Valparaíso (SP), o evento colocou parte da produção do pecuarista Carlos Eduardo Novaes à venda. O criador conduz há mais de meio século um conceituado trabalho de melhoramento genético, que também seleciona Sindi e equinos Quarto de Milha.

A movimentação financeira registrou a média de R$ 10.238 para touros Nelore, R$5.600 para fêmeas Nelore, R$ 6.840 para touros sindi, R$ 4.464 para as fêmeas Sindi, R$ 10.000 para os machos Quarto de Milha e R$ 13.440 para as disputadas fêmeas QM.

O pecuarista Valdomiro Poliselli Junior, da VPJ Agropecuária, de Mococa (SP), adquiriu o lote QM de maior valorização, pagando R$ 19.200, numa égua da Crioula.

Entre os touros Nelore, destaque para as compras dos pecuaristas Luciano Panzanella Augusto, de Votuporanga e Deusdonio Rodrigues Ferreira, de Camapuã, MS, que levaram para suas fazendas os touros mais valorizados do pregão.

O maior comprador do evento foi o pecuarista João Nicolau Petroni, que levou para a casa nada menos que 14 touros Nelore pela média de R$10.628,57.

Todos os animais da Nelore CEN são avaliados pelo Programa de Melhoramento Genético de Zebuínos (PMGZ), da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ), e do Nelore Brasil, da Associação Nacional dos Criadores e Pesquisadores (ANCP).

Fonte: Grupo Publique