Encontro de Gestores reúne mais de 800 pessoas no MS

Mais de mais de 800 pessoas, entre técnicos e pecuaristas , reuniram-se no Centro de Convenções Arq. Rubens Gil de Camillo.

Durante o evento a Inttegra mostrou que o impacto positivo na lucratividade está em superar, ano a ano, a conversão de pasto em carne com o uso racional de tecnologia e uma equipe otimizada.

Para chegar as conclusões da pecuária produtiva, a Inttegra vale-se da coleta de dados realizada em 285 fazendas, um acréscimo de 54% mais participantes se comparado a ano anterior. Esse universo representa 1,082 milhão de animais das cinco regiões brasileiras, além de Bolívia e Paraguai. Com o uso das estatísticas são levantados os números do benchmarking 2016/2017, referência para que os pecuaristas compararem seus projetos e avaliem seu grau de desempenho, além de estipular novas metas. “É possível tirar 20@ por hectare ano”, sentencia Antonio Chaker Neto, diretor do Inttegra.

Como exemplo das metas a serem alcançadas, Chaker ressaltou que para uma fazenda ser lucrativa na cria precisa produzir 7 @/ha/ano, na recria e engorda 13 @/ha/ano e no ciclo completo 9 @/ha/ano. Chaker Neto compartilhou uma enxurrada de referências para diferentes índices pecuários, sempre dando exemplos da média das propriedades e o valor alcançado pelas top 10% rentáveis. Como exemplo, no Resultado Operação pecuário por ha/ano a média das propriedades faturou R$ 72,21/ano e as top rentáveis faturou R$ 486,27/ano.

Diferencial do benchmarking de 2016/2017 foi a medida: quilos de bezerros desmamados por matriz exposta. “Para mim é uma das principais referências da pecuária moderna”, conclui Chaker Neto, pois a medida permite resume a eficiência da reprodução, processo de trabalho e do ganho de peso animal. As top 10% melhores nesse índice conseguem atingir 186 kg de bezerro desmamado/matriz exposta.

O diretor da Terra Desenvolvimento, Rodrigo Patussi, ressaltou que ano de 2017 foi um marco, pois o pecuarista precisou se reinventar frente às dificuldades de preço, liquidez e concorrência. “Ele precisou ser excelente na operação”, afirmou Patussi.

Inspiração para os líderes – Com uma plateia seleta de líderes que tem foco em melhoria de processos na pecuária, apresentou-se o comandante de embarcação Amyr Klink, que construiu seus próprios barcos e navegou o mundo, superando-se com extrema resiliência.

Dentre suas constatações, comparou o Benchmarking apresentando pela Inttegra com a revolução ocorrida na navegação a partir da catalogação de dados. “Foi uma revolução que mudou a navegação, como vocês estão revolucionando o mundo da pecuária”, afirmou e lembrou que a partir das informações catalogadas teve referência para planejar sua primeira viagem que saiu da África do sul e chegou ao Brasil, em 1984. Klink enfatizou ainda a importância dos controles e auditorias diárias para seguir o planejamento e alcançar a meta. As mesmas características foram enfatizadas para o pecuarista que deseja ter sucesso.

O encontro finalizou com a apresentação de três cases de pecuaristas que estão, por mais de um ano, entre os que atingiram os melhores resultados dentre as fazendas pesquisadas. A plateia pode se informar e questionar detalhes das operações realizadas. Todos os dados referentes ao benchmarking 2016/2017 estão disponíveis em www.universidadeinttegra.com/download.
Informações assessoria de imprensa