Encontro técnico Seleon apresenta detalhes do CRA

Central reuniu mais de 100 profissionais ligados ao setor de genética e reprodução bovina em Itatinga, SP.

De um lado, a perspicácia e visão empreendedora de Bruno Grusibich, dono da Seleon Biotecnologia e sócio da Verdana Agropecuária, ambas em Itatinga (SP). Do outro, a larga experiência de Breno Barros, um dos primeiros veterinários no Brasil a utilizar a ultrassonografia em bovinos (em 1997), com passagens marcantes pela Conexão Delta G (atual DeltaGen), Agropecuária Braido, BRPec Agropecuária e Agropecuária Jacarezinho.

Essa parceria entre os dois profissionais resultou no lançamento de um pioneiro e ousado projeto de avaliação de tourinhos Angus de origem nacional, o CRA – Centro de Referência Angus, idealizado por Grubisich e coordenado pelo Breno Barros, proprietário da consultoria BJPBarros Assessoria Pecuária.

Trata-se de uma prova anual de desempenho de touros jovens Aberdeen Angus, realizada na fazenda da Verdana Agropecuária  (localizada a 6 km das instalações da Seleon), que buscará identificar, dentro de um grupo de 100 animais advindos dos principais criatórios no Brasil (sobretudo do Rio Grande do Sul e Santa Catarina), os melhores exemplares da raça.  “Temos a necessidade urgente de avaliar e provar a nossa própria genética Angus, dirigida exclusivamente para o sistema brasileiro de produção e, especialmente, para o cruzamento industrial em vaca Nelore”, justifica Grubisich, acrescentando que os animais já estão alojados na fazenda Verdana, onde passam por período de adaptação ao novo ambiente.

Segundo Breno Barros, os touros do CRA serão avaliados por meio do sistema de cocho inteligente de medição da Intergado, equipamento recém-instalado na  Verdana, que identificará os animais superiores em eficiência alimentar e conversão de matéria seca em carne. “Durante a prova, esses touros serão submetidos a testes de ultrassonografia de carcaça, para identificar os animais superiores em gordura subcutânea, área de olho de lombo e marmoreio”, explica Barros, acrescentando que também serão realizadas avaliações de escores visuais de conformação, musculosidade e precocidade de acabamento de carcaça, bem como infestação de carrapato, aprumos, comprimento do pelo, entre outras características.

A partir dessas medidas, os animais serão agrupados em escalas do melhor para o pior, tendo como referência os critérios de qualidade já existentes em programas de produção de carne gourmet. Os 20% melhores animais avaliados nesses quesitos seguirão para os piquetes da Seleon para a coleta e processamento sêmen.  “O objetivo é colocar esses reprodutores superiores à venda a partir de 2018, no Leilão Anual da CRA”, esclarece Grubisich.

Os dados dos reprodutores e de seus descendentes ainda serão agregados anualmente a um Sumário de Touros Jovens Nacionais, proporcionando consistência e confiança ao usuário de genética Angus Nacional.  Essa avaliação genética dos touros do CRA ficará a cargo do geneticista José Bento Sterman Ferraz, professor da Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA), da Universidade de São Paulo (USP).

A própria Verdana será uma das usuárias das melhores safras touros do programa CRA, a partir da inseminação em vacas Nelore situadas nas fazendas do Mato Grosso do Sul, onde a empresa possui um rebanho comercial de 2.000 fêmeas. O sêmen CRA também será utilizado em criatórios de parceiros criadores da raça Angus, que contribuirão para a avaliação dos touros com dados de engorda e abate, informa Grubisich.

Evento na Seleon – “Ficamos bastante satisfeitos com grande interesse demonstrado pelos participantes do evento em relação ao nosso projeto, o que comprovou que estamos no caminho certo”, avalia   Grubisich.  Com o tema “F1 Angus – da IATF ao Abate – Criar Valor Combinando a Melhor Genética e Sêmen de Qualidade”, o evento recebeu em torno de 100 veterinários/técnicos com atuação na área de reprodução animal, especialmente com programas de Inseminação Artificial em Tempo Fixo.

“Recebemos em nossa casa alguns nomes de peso desse setor, com o objetivo de abrir novas oportunidades de discussões sobre a qualidade do sêmen e dos fármacos de IATF, bem como os métodos de utilização de touros Angus em vaca Nelore, para a produção de um F1 de qualidade”, conta destaca o proprietário da Seleon.

Organizado pela Premium Gen, de Londrina (PR), o encontro contou com as palestras do professor Zequinha (Unesp/Botucatu); professor José Bento Stermann Ferraz (FZEA-USP); professor Celson Boin (Embrapa/Esalq-USP); médico veterinário Mauro Meneghetti (Zoetis Brasil); médico veterinário José Roberto Potiens (Seleon) e Dalton Cevolo, da Zoetis.

Programação – Após a abertura de boas-vindas e as explicações sobre o CRA, o professor Zequinha, da Unesp Botucatu, iniciou a bateria de palestras, com a apresentação “Sêmen x IATF”. Em seguida, o professor José Bento Stermann Ferraz, da FZEA-USP, abordou o assunto “Como escolher o cruzamento como alternativa para aumentar a produção de rebanhos com avaliação genética”.

Na sequência, José Roberto Potiens, diretor técnico da Seleon, falou sobre “Qualidade de Sêmen/Avaliações Computadorizadas/Resultados na IATF”. O ciclo de palestra foi encerrado com a apresentação de Dalton Cevolo, da Zoetis, nomeada “Pesquisa Aplicada que Permite Análise do Retorno Econômico com Prevenção das Doenças Reprodutivas”.

Giro pela Seleon – No período da tarde, após almoço nas dependências da Seleon, os convidados visitaram o centro de coletas de sêmen e demais estruturas da central prestadora de serviços, além das instalações do programa CRA na Verdana Agropecuária. A programação incluiu um giro para conhecer os touros Premium Gen e demais reprodutores de outras empresas.

Confira o vídeo sobre o evento:

Fonte: Seleon