Estudo comprova que touros PO são melhoradores

Um estudo conduzido pelo Departamento de Pesquisa e Melhoramento Genético da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ) reportou uma série de resultados que atestam a evolução genética do zebu. O levantamento foi feito com resultados da avaliação genética de todos os touros PO da raça Nelore, nascidos entre 2001 e 2014, e que foram classificados para registro definitivo (RGD). Foi possível observar que entre os animais nascidos em 2014 quase 75% estão classificados até Top 30% contra apenas 18,61% em 2001. Veja gráficos abaixo.
“Esses resultados indicam que quase três quartos da população de touros puros Nelore nascidos em 2014 que receberam registro definitivo estão entre os 30% melhores animais de toda a raça, considerando o iABCZ. Além disso, observa-se forte tendência de aumento, a cada ano, no número de touros puros com registro definitivo posicionados até 30% na avaliação genética nacional da raça Nelore.”, diz Henrique Ventura, superintendente técnico-adjunto de Melhoramento Genético da ABCZ.

Outro resultado importante observado foi um aumento expressivo no iABCZ médio dos touros puros Nelore com RGD. Em 2001 a média era de -0,22, o que corresponde ao top médio de 62% e, com uma evolução genética significativa, observou-se que em 2014 tal média foi de 11,04, o que corresponde ao top médio de 15%. Isso significa que os touros Nelore PO nascidos em 2014 e que receberam registro definitivo estão em média entre os 15% melhores de toda raça, com base no iABCZ.

“Certamente, os resultados aqui apresentados reforçam a percepção de que o selecionador de zebu, com o auxílio do conjunto ferramental oferecido pela ABCZ, tem direcionado as mudanças no perfil genético dos rebanhos puros no sentido do aumento da produtividade e excelência zootécnica e, ao mesmo tempo, mantido os importantes conceitos de consistência genética e padronização racial das linhagens, que garantem a perpetuação das conquistas genéticas, obtidas em mais de um século de trabalho sério e continuado, para as próximas gerações de animais das raças zebuínas. Deste modo, torna-se claro que o touro zebuíno puro é sim um animal melhorador, capaz de promover mudanças genéticas importantes nos rebanhos comerciais de produção de alimentos.”, destaca Ventura.

Na visão do pesquisador, a garantia de procedência e qualidade aferida pelo serviço de registro genealógico das raças zebuínas aliada ao crivo objetivo e quantitativo das provas zootécnicas e das avaliações genéticas nacionais torna possível a materialização do conceito zootécnico de raça pura: criar uma identidade fenotípica que se mantém fixada ao longo das gerações, aliada a uma produtividade que passa de ancestrais para descendentes. Confira abaixo o artigo completo: “Touros zebuínos puros são comprovadamente melhoradores.”

Percentual de touros Nelore PO que receberam Registro Definitivo (RGD) e que foram avaliados até TOP 30% no iABCZ por ano de nascimento
Média no iABCZ de touros Nelore PO que receberam Registro Definitivo (RGD), por ano de nascimento
Artigo completo sobre touros puros
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com