Genética Aditiva é roteiro do Tour 2016

Primeira etapa da tradicional viagem técnica da ABS Pecplan acontece essa semana em Mato Grosso do Sul

A 7ª edição do Tour Técnico da ABS Pecplan começou esta semana em Mato Grosso do Sul. A primeira parada do roteiro foi na Fazenda Canaã, no município de Terenos, de propriedade do grupo Genética Aditiva. O grande destaque da visita foi para a revisão de progênies do touro Rem Alcool, que estreou na bateria Zebu Corte da ABS no ano passado.

“Ficou confirmada a qualidade genética do touro com progênies de primeira linha. Ficamos muito felizes. E felizes também em poder compartilhar desse resultado, recebendo a equipe da ABS aqui”, comemorou o pecuarista Eduardo Coelho, proprietário da Genética Aditiva, acrescentando que – depois de Rem Alcool – a intenção é que a parceria com a ABS seja fortalecida cada dia mais com novas contratações. E, por isso, durante a visita, alguns touros foram avaliados pela equipe ABS com possibilidade de ingresso na bateria.

O técnico da ABS Arthur Vieira ressalta o trabalho de seleção desenvolvido pelo grupo há mais de 30 anos. “São muito focados em características econômicas e produzem animais extremamente funcionais. Notamos o quanto priorizam a precocidade sexual das fêmeas e dos machos, seguindo ainda à risca os critérios de programas de melhoramento genético da ANCP e da Embrapa GenePlus”, detalha.

A Fazenda Canaã, onde atualmente estão três mil matrizes PO, foi visitada na segunda-feira (07/03). Além dela, o Tour também passou por outra propriedade do grupo Genética Aditiva: a Fazenda Remanso em Rio Brilhante (MS) na terça-feira (08/03). Lá, foram apresentados aos participantes lotes de touros que serão comercializados em leilões em 2016 e lotes de fêmeas precoces.

Atualização Técnica. Entre uma visita e outra, a programação do Tour contou com uma capital Campo Grande para uma palestra com Argeu Silveira, diretor técnico da ANCP (Associação Nacional de Criadores e pesquisadores). “Foi muito interessante, porque nos atualizou sobre o programa de melhoramento genético desenvolvido pela Associação e apresentou as novidades que surgirão no próximo Sumário”, informa Arthur Vieira.

O Tour do Corte 2016 foi dividido em duas etapas. A primeira começou no dia 7 de março e segue até o dia 13. Já entre os dias 30 de março e 10 de abril, o roteiro continua em Goiás e Mato Grosso. Cerca de 10 técnicos da ABS percorrem mais de 6 mil quilômetros durante a viagem por fazendas referência do centro-oeste brasileiro.

Animais extremamente funcionais são destaque do terceiro dia de viagem

Na última quarta-feira (09/03), o Tour do Corte passou por duas propriedades no Mato Grossso do Sul, referência na produção de touros de alto desempenho

O terceiro dia de viagem do Tour do Corte 2016 (quarta-feira – 09/03) foi marcado por visita a duas das principais seleções de animais funcionais do Mato Grosso do Sul: Fazenda Pacaembú e Fazenda Aimoré. Nas duas propriedades, a equipe avaliou progênies de touros da bateria Corte Zebu da ABS Pecplan e conheceu mais sobre o trabalho de melhoramento realizado.

Na parte da manhã, a caravana parou em Dourados (MS), na Fazenda Pacaembú, onde foi recebida pelo proprietário Walmor Júnior e pelo técnico Luiz Amadeu. Ao todo, são mil matrizes e 300 prenhezes no rebanho, cujo objetivo principal é produzir animais de alto desempenho genético, disponibilizando reprodutores de qualidade para criatórios de todo o país. “É um rebanho grande e muito focado em avaliação genética”, completa Luiz Amadeu, lembrando que o Nelore Pacaembú já participa há 6 anos do programa Embrapa GenePlus.

“É uma propriedade espetacular quanto a solo, pastagem, manejo e, claro, um gado excepcional”, avalia Arthur Vieira, técnico da ABS, contando que o foco da fazenda é a comercialização de touros avaliados e com fenótipo de qualidade.

A Fazenda Pacaembú é parceira ABS no touro Tango do Golias. Além disso, a propriedade é usuária de outras genéticas oferecidas pela empresa, por isso, foi possível avaliar várias progênies durante a visita. “E o destaque total ficou para os filhos do ABONO DA Tradição. Todos os técnicos ficaram impressionados com a qualidade de carcaça e da musculatura que o touro imprime”, lembra Vieira.

Já durante a tarde o grupo partiu para o município de Juti (MS) para visitar a Fazenda Aimoré do Nelore Di Gênio, uma das mais conceituadas seleções de nelore do país. O responsável, Antônio Aurico, conta que o objetivo da fazenda é produção de carne. “Nossos critérios de seleção são voltados para busca dessa característica econômica, como ganho de peso, fertilidade, habilidade materna e docilidade”, explica, ressaltando que a primeira peneira dos animais é a realização de uma prova interna de ganho de peso.

“O Nelore Di Gênio tem um trabalho sério de seleção e a qualidade de seus produtos é reconhecida no Brasil todo”, define a técnica Ana Carolina Marques, destacando ainda que o rebanho é participante do PMGZ – Programa de Melhoramento Genético de Zebuínos da ABCZ.

Em 2015, a ABS contratou um dos grandes destaques da seleção: Landau da Di Gênio. “Sem dúvida, um destaque nas pistas e nas provas”, descreve Marques. Além dele, Jazigo da Di Gênio também integra a bateria da ABS, cujas progênies foram revisadas durante a passagem do Tour do Corte. “ Também nos apresentaram os bezerros desta safra, os garrotes da Prova de Ganho em Peso e touros reserva. Foi uma visita incrível”, comemora a técnica.

Tour do Corte 2016. O Tour do Corte 2016 foi dividido em duas etapas. A primeira começou no dia 7 de março e segue até o dia 13 no estado do Mato Grosso do Sul. Já entre os dias 30 de março e 10 de abril, o roteiro continua em Goiás e Mato Grosso. Cerca de 10 técnicos da ABS percorrem mais de 6 mil quilômetros durante a roteiro por fazendas referência do centro-oeste brasileiro nesta 7ª edição da viagem.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com