Genética Aditiva vence prêmio As Melhores da Dinheiro Rural

Pela terceira vez em cinco edições, a Genética Aditiva conquistou o Prêmio As Melhores da Dinheiro Rural na categoria Genética Nelore. O proprietário e diretor da empresa, Eduardo Folley Coelho, recebeu o troféu de Arnaldo Manuel de Souza Machado Borges, presidente da Associação Brasileira de Criadores de Zebu (ABCZ), durante a festa de premiação, realizada nesta noite de segunda-feira (27), na casa de eventos Tom Brasil, na capital paulista.

Eduardo Coelho agradeceu e parabenizou a Editora Três pela iniciativa. Para ele, o prêmio é um esteio importante para o desenvolvimento das atividades e negócios do setor pecuário.

“Somos a Melhor Fazenda de Genética Nelore do Brasil pela terceira vez. Trata-se de uma honraria que reconhece o trabalho de mais de três décadas de nossos profissionais, com os quais compartilho o prêmio”, ressaltou.

Coelho ainda prestou uma homenagem a memória a seu pai, entusiasta da pecuária brasileira. “Ele sempre acreditou que a ciência era o único caminho possível para se chegar à uma pecuária de resultados. Acredito que esta premiação é uma prova de que o meu pai escolheu o caminho correto para contribuir com o engrandecimento da pecuária nacional”, afirmou Eduardo.

Prêmio

Caco Alzugaray, diretor presidente da Editora Três, afirmou que o prêmio é uma homenagem a excelência do agronegócio brasileiro. “Esta noite iremos reconhecer esse trabalho. Parabenizar a todos que transformaram o agronegócio na nossa força motriz. Em nome da Editora Três e da revista Dinheiro Rural, agradeço aos protagonistas do setor”, afirmou.

Para o secretário-executivo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Eumar Roberto Novacki, o evento valoriza o setor que está dando certo no Brasil. “É a locomotiva da economia brasileira. Basta lembrar que a agropecuária é responsável por um em cada três empregos gerados no país, quase 50% das exportações brasileiras , além de produzir produtos de alta qualidade  que estão presentes em mais de 50 países”, afirmou.

Segundo ele, o Mapa trabalha para retirar as travas que ainda atrapalham o desenvolvimento do agronegócio.

“Por isso lançamos o Agro Mais, um plano de modernização e desburocratização do Ministério da Agricultura que já resolveu mais de 800 gargalos que atrapalhavam os movimentos do setor, mas isso só foi possível porque trabalhamos de mãos dadas com o setor produtivo” garantiu.

Ele revelou que no próximo dia 12 será lançado o programa de compliance do Ministério da Agricultura, que irá certificar empresas do setor que ajam em conformidade com boas práticas de gestão.

Por Renato Ponzio Scardoelli