ISVIT DSM debate manejo nutricional de ruminantes

A Tortuga, uma marca da DSM, recebe consultores e especialistas de pecuária de corte e leite que atuam em todas as regiões do Brasil para a terceira edição do International Symposium on Vitamins and Technologies (ISVIT DSM 2018 – www.tortuga.com.br/isvit), de 19 a 21 de fevereiro, no hotel Royal Palm Plaza, em Campinas (SP). Para a edição deste ano, empresa mantém o perfil técnico do evento ao reunir algumas das mais renomadas referências mundiais em nutrição para ruminantes (corte e leite) em palestras e workshops sobre os mais recentes avanços científicos globais da área.

No ISVIT DSM 2018, novamente participam pesquisadores de importantes instituições de pesquisa de várias partes do mundo e da equipe global da empresa. “Ao reunir um seleto grupo de especialistas, o ISVIT se consolida como uma excelente oportunidade de atualização sobre as novidades em termos de tecnologias em vitaminas e aditivos nutricionais para ruminantes e das melhores práticas de suplementação nutricional e produção de carne e leite de alta qualidade atrelada ao alto desempenho zootécnico”, comenta o vice-presidente de Ruminantes da companhia para o Brasil, Ariel Maffi. Sobre o evento, o diretor de Inovação e Ciência Aplicada da empresa para a América Latina, Luis Fernando Tamassia, ressalta “a missão da DSM de fomentar de fomentar a inovação de tecnologias que são aplicadas em matérias-primas e em produtos de nutrição, aprimorando a saúde e o desempenho dos animais”.

Abertura debate o cenário econômico para 2018 e o “Raio X da Pecuária”

A abertura do evento ficará por conta dos anfitriões Ariel Maffi e Túlio Ramalho, diretor comercial da empresa, além de uma apresentação dos resultados do estudo “Raio X da Pecuária”, conduzido pela companhia sobre todos os aspectos que influenciam a atividade no País, que ficará por conta do diretor de marketing da companhia, Juliano Sabella Acedo. No processo de levantamento de informações, foram consultadas 3.243 propriedades de corte e leite das principais regiões de concentração de gado no Brasil. Outro ponto alto será a palestra de Alexandre Schwartsman, ex-diretor de Assuntos Internacionais do Branco Central do Brasil. Em sua apresentação sobre o “Cenário econômico para 2018”, ele trará para os participantes as principais tendências para a economia nacional e global neste ano, além de tratar também das volatilidades que podem gerar impactos no mercado em geral e na atividade agropecuária, em particular.

A inovação na pauta do manejo nutricional da pecuária de corte e leite

Confira abaixo os principais temas em pauta no ISVIT DSM 2018 e a relação de palestrantes brasileiros e estrangeiros:

PECUÁRIA DE CORTE

 “Manejo do pastejo como ferramenta para maximizar a produção animal”, por Sila Carneiro (Esalq/USP);

“Suplementação estratégica: recria e terminação em pastagem”, por Ricardo Reis (Unesp).

“Eficiência reprodutiva em vacas de corte: importância da nutrição mineral e vitamínica”, por Pietro Baruselli (USP);

“Maximizando a rentabilidade da fazenda: resultados de campo e casos de sucesso”, por Lucas Oliveira (DSM Brasil);

“Otimização dos processos de conservação de silagens e ingredientes fermentados”, por Luiz Gustavo Nussio (Esalq/USP);

“Estimando o valor energético dos alimentos: vantagens e principais desafios”, por Galen Erickson (Universidade de Nebraska, EUA);

“Exigências de energia em bovinos confinados: estimativas dos sistemas x dados reais”, por Dante Pazzanese Lanna (Esalq/USP);

“Aditivos na dieta de bovinos de corte confinados”, por Vinícius Gouvêa (DSM Brasil);

“Subprodutos do processamento de milho para bovinos confinados: principais aspectos relacionados com a formulação de dietas”, por Galen Erickson (Universidade de Nebraska, EUA);

“Exigências de proteínas em bovinos confinados: estimativas dos sistemas x dados reais”, por Dante Pazzanese Lanna (Esalq/USP);

“Desempenho durante a fase de recria – efeitos no desempenho e composição corporal na terminação em confinamento”, por Galen Erickson (Universidade de Nebraska, EUA);

“Maximizando a rentabilidade da fazenda: resultados de campo e casos de sucesso”, por Hugo Resende (DSM Brasil).

 PECUÁRIA DE LEITE

“Manejo durante o período pré-parto para minimizar desordens pós-parto”, por José Eduardo Portela Santos (Universidade da Flórida, EUA);

“Os efeitos do balanço energético negativo e do estresse metabólico sobre a eficiência reprodutiva de vacas leiteiras”, por Jo Leroy (Universidade de Antuérpia, Bélgica);

“Retorno sobre o investimento durante o período de transição”, por José Eduardo Portela Santos (Universidade da Flórida, EUA);

“Novas abordagens para a vitamina D e seus metabólitos na dieta de vacas leiteiras de alta produção”, por Joe McGrath (DSM Austrália);

“A saúde metabólica de vacas leiteiras: ferramentas para maximizar o desempenho reprodutivo”, por Jo Leroy (Universidade de Antuérpia, Bélgica);

“Melhorando a saúde e o desempenho de bezerras e novilhas leiteiras”, por Marcos Marcondes (Universidade Federal de Viçosa);

“Ferramentas para maximizar a utilização do amido em dietas de vacas leiteiras”, por Luiz Ferrareto (Universidade da Flórida, EUA);

“Aditivos na dieta de bovinos leiteiros”, por Cristina Cortinhas (DSM Brasil);

“Métodos de avaliação de silagem de milho”, por Luiz Ferrareto (Universidade da Flórida, EUA);

“Óleos essenciais e enzimas na dieta de vacas leiteiras”, por Luiz Gustavo Ribeiro Pereira (Embrapa Gado de Corte);

“Saúde dos cascos: novas alternativas que maximizam os resultados”, por Elias Facury (Universidade Federal de Minas Gerais);

“Maximizando a rentabilidade da fazenda: resultados de campo e casos de sucesso”, por Rodrigo Costa (DSM Brasil).