Kersia é avanço da biosseguridade nos frigoríficos

mundo terá 9,7 bilhões de habitantes em 2050, o que vai exigir alta produtividade de países agrícolas e pecuários como o Brasil. Já abastecemos mais de um bilhão de pessoas no mundo com alimentos e produtos de saúde e higiene. Porém, precisamos avançar em alguns pontos, principalmente em relação à segurança biológica de nossos produtos, para que se mantenham livres de contaminação, do campo até a mesa do consumidor. Uma tarefa que precisa das tecnologias do Grupo Kersia, líder mundial em biossegurança e segurança alimentar, que mantém operações comerciais em mais de 120 países, conta com 38 unidades fabris, 2.220 funcionários e 495 milhões de euros em volume de negócios. O Papo de Prateleira conversa com Petterson Sima, Gerente de Desenvolvimento de Negócios do Grupo. Ele fala sobre segurança alimentar, desperdício, ambiente de fazendas e indústrias, e o conceito ‘Do campo à mesa’, reforçado pela Kersia.