Megaleite 2017 reflete fortalecimento da pecuária leiteira

O setor leiteiro dá sinais de que vive um bom momento econômico, especialmente no segmento de genética bovina. Na principal exposição da pecuária leiteira do país, a Megaleite 2017, ocorrida de 28 de junho a 1º de julho, no Parque da Gameleira, em Belo Horizonte/MG, as vendas de animais em nove leilões movimentaram R$3.836.560,00. Com mais de 80 empresas de vários segmentos do agronegócio e de outros setores expondo seus produtos no evento, o total de negócios efetuados ao longo dos quatro dias é estimado em R$ 10 milhões pela Associação Brasileira dos Criadores de Girolando.

Muitos negócios foram feitos por comitivas estrangeiras da América Latina, vindas de países como Bolívia, Costa Rica, Colômbia, El Salvador, Guatemala, Nicarágua e Panamá. Mais de 300 estrangeiros visitaram a exposição e também fazendas da região de Belo Horizonte. “O Brasil é referência em genética bovina no mundo e a Megaleite foi uma grande oportunidade de negócios para muitos estrangeiros e brasileiros. Com a abertura recente de novos mercados para a nossa genética, as vendas pós Megaleite tendem a serem maiores este ano.”, diz o presidente da Girolando Luiz Carlos Rodrigues. No Parque da Gameleira, os visitantes puderam conhecer mais de 1700 animais de alta qualidade genética das sete raças leiteiras expostas: Girolando, Gir Leiteiro, Holandês, Jersey, Pardo-Suíço, Guzerá Leiteiro e Guzolando.

De olho nesse mercado potencial para a raça, a Associação iniciou na Megaleite o projeto internacional Brazilian Girolando, cujo objetivo é oferecer aos países da América Latina um pacote tecnológico para melhoria do sistema de produção e da qualidade genética dos rebanhos do continente. “O Panamá importa mais de 60% dos produtos lácteos que consome porque não é autossuficiente na produção de leite. Com projetos como esse, poderemos melhorar nosso rebanho, e, consequentemente, elevar a produção de leite do país.”, acredita o presidente da Câmara de Produtores de Leite do Panamá, Luis Afonso Leal.

Megaleite 2018 – O sucesso da Megaleite 2017, que recebeu cerca de 50 mil visitantes, fez com que a Girolando e o Governo de Minas (via Codemig e Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento) confirmassem a realização da feira em 2018 na capital mineira. A data da 15ª edição da Megaleite foi anunciada pelo secretário de Agricultura, Pedro Leitão, e pelo presidente da Girolando no último dia feira, sábado (01/07). A exposição em 2018 será de 20 a 23 de junho, no Parque da Gameleira.

Novas tecnologias – Primeira raça leiteira do Brasil a incorporar a seleção genômica em um programa de melhoramento, a Girolando lançou durante a feira o primeiro sumário “Avaliação Genômica de Fêmeas Jovens/Junho 2017”, o que permitirá maior confiabilidade na seleção de animais geneticamente superiores para a produção de leite. O documento é fruto da parceria entre a Girolando, Embrapa Gado de Leite e as empresas CRV Lagoa e Zoetis. A introdução da seleção genômica permitirá que o Programa tenha um grande salto de qualidade, trazendo grandes impactos no aumento das confiabilidades associadas aos valores genômicos, permitindo reduções nos custos do teste de progênie e no tempo de avaliação dos animais.

Recordes – As competições na pista de julgamento e dos torneios leiteiros foram atrações à parte na Megaleite. Este ano, foram quebrados cinco recordes de produção de leite, sendo um da raça Girolando, dois da raça Guzerá e outros dois do Guzolando. A Grande Campeã Girolando e nova recordista foi a vaca meio-sangue Quelinha Everett FIV 2B, do expositor Alexandre Lopes Lacerda. Ela produziu média de 100,140 kg/leite.

Esta edição da feira marcou uma nova fase do Torneio Leiteiro Nacional de Girolando, que agora passa a premiar também as fêmeas com maior produção de leite corrigido para sólidos. A primeira Grande Campeã de Produção de Sólidos da Megaleite foi a vaca meio-sangue 154 FIV Sanchez da Anta, do expositor Antônio Gilberto de Castro e Outros. Ela produziu uma média de 87,052 kg/leite.

Competições – A pista de julgamento do Parque da Gameleira tornou-se nos quatro dias da feira em uma vitrine da melhor genética leiteira. Foram julgados animais das raças Girolando, Gir Leiteiro, Holandês, Jersey e Pardo-Suíço. Durante a Megaleite, ocorreu a premiação do Ranking Nacional Girolando 2016/2017 e dos vencedores da Megaleite 2017. Também foram anunciados os resultados dos Rankings estaduais de Minas Gerais, São Paulo e Mato Grosso do Sul. O resultado completo está no site da Girolando (www.girolando.com.br). Outra premiação para criadores foi o “Melhores de Minas do Holandês”, promovido pela Associação dos Criadores de Gado Holandês de Minas Gerais.

Atrações para o público em geral – Cerca de 3 mil crianças e adolescentes da capital mineira também conhecerem o funcionamento da cadeia produtiva do leite durante visita guiada à Megaleite, sob a coordenação da Agro Tour. A feira teve uma Mini Fazenda com pequenos animais de várias espécies.

Mérito Girolando – Durante a solenidade de abertura da Megaleite, que contou com a presença do governador de Minas Fernando Pimentel e de diversas autoridades, foi entregue o Mérito Girolando a personalidades que contribuíram para o crescimento do setor. Os homenageados deste ano foram: editora-chefe da revista Leite Integral/site Bebamaisleite Flávia Fontes (Mérito Mulher), os pecuaristas João Dário Ribeiro (Mérito Criador), Marcos Corteletti (Mérito Produtor de Leite) e Cleiton Gonzaga Castilho (Mérito Jovem Criador).

Representantes estaduais 
Representantes estaduais da Associação Brasileira dos Criadores de Girolando participaram durante a Megaleite 217 de uma reunião com a diretoria da entidade. Eles apresentaram as demandas de cada região e um panorama do setor em seus Estados. Entre as sugestões apresentadas, estão a realização de cursos, palestras e dias de campo durante a Megaleite, uma maior promoção de animais 5/8 e o fortalecimento dos núcleos regionais da raça.

Para o representante Paulo Junqueira, o fortalecimento dos Núcleos é uma forma de viabilizar a adesão de pequenos produtores à Girolando, ampliando, assim, os rebanhos registrados. A realização da Megaleite em Belo Horizonte também foi bastante elogiada pelos representantes que destacaram o fato da capital de uma boa logística tanto em relação ao transporte dos animais quanto ao deslocamento de visitantes.

Comitiva do Amazonas busca ampliação do PMGG no Estado

Comitiva do Amazonas, composta por cerca de 40 produtores rurais e por representantes do Sebrae, reuniu-se com a diretoria da Girolando para apresentar as demandas do Estado. O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Amazonas (FAEA), Muni Lourenço, destacou a necessidade de ampliar a participação dos criadores amazonenses no PMGG (Programa de Melhoramento Genético da Raça Girolando), especialmente como rebanhos colaboradores do Teste de Progênie. Os rebanhos colaboradores recebem gratuitamente doses de sêmen dos touros do Teste, o que permite o melhoramento genético dos planteis. Ele também apresentou o projeto do Sebrae que viabiliza a realização de FIVs (Fecundação in Vitro) nos rebanhos. Uma reivindicação apresentada pelos produtores é a promoção no Amazonas de cursos e palestras para a capacitação. O presidente da Girolando, Luiz Carlos Rodrigues, disse que a entidade está trabalhando para ampliar o número de rebanhos colaboradores em todo o país para que tenham acesso à genética de qualidade e, consequentemente, elevar a produção de leite em todo o país.

Núcleos assinam convênio com a Girolando

Presidentes dos Núcleos de Girolando existentes em várias regiões do Brasil reuniram-se na Megaleite 2017 para apresentar as ações de cada um para o fomento da raça no país. Durante o evento, três entidades assinaram convênio com a Associação Brasileira dos Criadores de Girolando para integrarem o Programa de Fomento da Raça Girolando, cujo objetivo é apoiar financeiramente as ações para consolidação da raça por todo o país. O documento foi assinado pelos presidentes do Núcleo dos Criadores de Girolando do Vale da Mantiqueira, do Núcleo dos Criadores de Girolando do Vale do Paraíba – GIROVALE e do Núcleo de Criadores Girolando das Gerais.

Para o vice-presidente do Girovale Pedro Luiz Dias, o convênio será um marco histórico na relação entre as duas entidades que têm atuado em conjunto na promoção da raça na região do Vale da Paraíba. O núcleo trabalha na região promovendo cursos, exposições dias de campo para levar informações sobre o Girolando a todos os produtores.

O presidente do Núcleo Girolando do Vale da Mantiqueira, Paulo Gabriel Reis, destacou que o apoio financeiro que será dado por meio do convênio será de suma importância para viabilizar as ações de fomento na região e na busca de novos associados e de pequenos produtores para atuarem como rebanhos colaboradores do Teste de Progênie.

Outros núcleos que também assinaram este ano, no mês de abril, o convênio com a Girolando são Núcleo do Leite do Estado do Rio Grande do Norte (Nuleite) e Núcleo dos Criadores de Girolando do Mato Grosso do Sul (NCGMS). Ainda este ano, outros núcleos devem aderir ao programa.

Sobre a Megaleite 2017

A Megaleite 2017 é uma realização da Associação Brasileira dos Criadores de Girolando e tem o apoio do Governo de Minas, via Codemig e Secretaria de Agricultura do Estado de Minas Gerais, MAPA e Embrapa Gado de Leite, Banco do Brasil, FAEMG, Emater-MG, IMA, Epamig. A feira ainda tem a Parceria Premium da Embaré e a Parceria Master das empresas CRV Lagoa, Real H, ALLFLEX, Rehagro, Zoetis, DSM Tortuga, MF Rural, Agener-União, ST Genetics, Ourofino Saúde Animal, Major Nutrição Animal e Agroceres Multimix. Os Canais Master são Canal Rural e Terraviva.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com