Personalidade do ano ABC | Márcio Lopes

Márcio Lopes de Freitas é Personalidade do Ano na categoria Associativismo

Agropecuarista e cooperativista há mais de 30 anos, Márcio Lopes de Freitas, 56 anos, é natural de Patrocínio Paulista, interior de São Paulo (SP), e graduado em Administração pela Universidade de Brasília (UnB). A paixão pela agricultura e pelo cooperativismo vem de família. São heranças de Rubens de Freitas, seu pai e exemplo de vida.

Seus passos foram seguidos por Márcio tanto no campo quanto na luta pelas bandeiras do movimento. Como produtor rural e cooperativista atuante, seu pai também tinha o gosto pelo cultivo do café e da produção de leite, e ocupou cargos de liderança no setor, como a presidência da Organização das Cooperativas do Estado de São Paulo (Ocesp).

E foi justamente por acreditar e defender os valores e princípios do cooperativismo, que Márcio Freitas buscou na atividade cooperada uma melhor alternativa de vida. Sua participação direta no setor teve início em 1994, nas diretorias da Cocapec e da Credicocapec, nas quais atuou como presidente.

Sua contribuição para o desenvolvimento do cooperativismo teve continuidade à frente unidade estadual de São Paulo (Ocesp), entre 1997 e 2001, e, finalmente, como representante do movimento, no exercício de presidente da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) e do Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop), naquele mesmo ano.

A presidência da Confederação Nacional das Cooperativas (CNCoop), Freitas assumiu em 2005, com a criação da entidade. E a sua atuação não fica restrita ao território brasileiro. Ele ocupa, ainda, a presidência da Organização das Cooperativas dos Países de Língua Portuguesa (OCPLP), desde 2010.

Márcio Lopes de Freitas é um cooperativista convicto, que reafirma, diariamente, o seu comprometimento com o cooperativismo brasileiro. E, para se manter firme nessa estrada, ele conta com o apoio constante de sua família – esposa e filhos. Por isso, ele segue com a paixão costumeira, trabalhando fortemente pelo crescimento do movimento cooperativista, à frente do Sistema OCB.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com