Terra Boa: precocidade é palavra de ordem para o criador de Nelore

Em entrevista para o programa AgroPapo, da AllTV, o pecuarista José Luiz Niemeyer dos Santos, da Fazenda Terra Boa, sediada em Guararapes (SP), ressaltou que a pecuária brasileira cresce com solidez, e está encarando o desafio de produzir mais em menor espaço, ou seja, com mais eficiência.

“Nos tornamos um grande produtor e exportador de carne, porque quem está no campo é muito eficiente e contou com a adaptabilidade do Nelore nas regiões tropicais”, afirmou Niemeyer.

Para ele, que seleciona a raça há 52 anos, o criador deve estar atento à precocidade do rebanho, e programas de melhoramento são ferramentas fundamentais nesse processo.

“Vivemos a pecuária de ciclo curto, que exige uma seleção direcionada para a precocidade, com fêmeas parindo antes e machos terminados para o abate mais cedo. Tudo o que o selecionador procura fazer, ele consegue”, explica.

Na avaliação dele, o primeiro parto da vaca Nelore ainda acontece tardiamente. “Portanto, precisamos encontrar o Nelore que vai produzir bezerro, com a vaca parindo mais cedo e criando bem”, ressalta.

Niemeyer também destacou as práticas sustentáveis que adota na fazenda, a produção de BrangusJT e a realização do leilão de touros da Terra Boa que será realizado em 2 de julho.

O AgroPapo é apresentado pelo jornalista Ronaldo Luiz.

Assista a entrevista clicando aqui

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com