SBC Certificações treina e atualiza auditores

Objetivo é qualificar o trabalho dos profissionais e aperfeiçoar a atuação dos novos técnicos da empresa

O Serviço Brasileiro de Certificações (SBC), empresa especializada em auditar protocolos que tragam mais segurança e comprometimento do setor produtivo com o consumidor, iniciou 2020 promovendo um treinamento especial para aperfeiçoar a atuação dos seus profissionais auditores dentro da certificação GLOBALG.A.P., protocolo que surgiu há 20 anos para os supermercados e redes de varejo adotarem um procedimento uniforme para a compra de produtos, seguindo requisitos sociais de segurança alimentar e proteção ambiental. Hoje, esse protocolo existe em mais de 160 países, possui 210 mil produtores certificados em todo o planeta, sendo 200 mil somente em frutas, e atua com 150 certificadoras e mais de dois mil auditores. Certifica, também, alimentos fornecidos às grandes cadeias internacionais, como McDonald’s Subway.

O treinamento anual foi realizado em Botucatu, a 240 km da capital paulista, município sede do SBC, e reuniu auditores que trabalham nos estados de São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. “O treinamento já se tornou uma tradição da empresa sempre que começa um novo ano. O principal objetivo é reforçar os conceitos que envolvem os protocolos GLOBALG.A.P. Frutas e Vegetais, GLOBALG.A.P. GRASP e GLOBALG.A.P. Culturas Combinadas (Grãos). Para que todos interpretem as normas de forma uniforme, igual, e estruturem no campo a certificação da maneira mais completa e adequada”, explica Matheus Modolo Witzler, Responsável GLOBALG.A.P. do SBC.

A empresa terminou 2019 com uma carteira de 23 clientes-produtores certificados no GLOBALG.A.P. a exportar para os exigentes mercados internacionais de frutas e grãos, como soja, limão, goiaba, figo, melão, entre outros. “Foi um ótimo resultado, principalmente porque iniciamos nesse setor há apenas oito meses. Agora, queremos fechar 2020 com uma carteira de pelo menos sessenta produtores. E estamos trabalhando para isso. Chegamos a Petrolina, uma importante região produtora e exportadora de frutas, que sempre tivemos bastante interesse, e ainda nos associamos à Associação Brasileira dos Produtores e Exportadores de Frutas e Derivados (Abrafrutas), o que vai permitir que o SBC crie novos protocolos e selos no Brasil, entrando em outras certificações internacionais”, acrescentou Matheus Modolo Witzler.

O executivo é o responsável pelo treinamento dos auditores do SBC. Para isto, ele participa todo ano da reunião anual promovida pelo GLOBALG.A.P. em Colônia, na Alemanha, onde são examinadas as questões sociais do trabalho rural e a produção sustentável de alimentos para exportação aos países europeus. O Serviço Brasileiro de Certificações (SBC) foi a única empresa brasileira a participar do encontro este ano. “Em dois dias, pude acompanhar questões como avaliação social das propriedades rurais certificadas, atualizações e discussões de melhorias para os protocolos, e as alternativas viáveis para as diferentes condições dos países fornecedores. Todo esse conhecimento é repassado durante nosso treinamento, no Brasil. Sempre enfatizando o cumprimento de todo o checklist e reforçando a preocupação com limite máximo de resíduos de agroquímicos nos alimentos certificados. Assim, conseguimos deixar nossas equipes atualizadas em relação às normas, agindo dentro dos padrões, tirando todas as dúvidas, fazendo esclarecimentos e aprimorando as técnicas de auditorias. Ajudando os agricultores brasileiros a conhecer e comprovar todos os insumos que usam no processo de produção, tendo todos os registros. É segurança para o cliente e para o próprio produtor certificado”, reiterou Matheus Modolo Witzler.

O SBC é uma certificadora com dezoito anos de experiência no mercado e tem como principal objetivo auditar protocolos do setor agropecuário para promover a sua melhoria contínua, além de permitir aos produtores agregar valor ao seu produto e conquistar mercados mais exigentes. Líder no protocolo SISBOV, o SBC atua em 30% do mercado brasileiro de fazendas certificadas, incluindo grandes projetos pecuários e renomadas empresas do setor. Também é acreditada ISO/IEC 17065 para o protocolo GLOBALG.A.P. para os escopos de frutas e vegetais, e grãos, e realiza auditorias internas de rebanhos bovinos e de protocolos particulares, como uso de energia renovável em indústrias e frigoríficos.